SANICLAU TRAILS

É tempo de descobrir Saniclau #2

Queremos saber como os nossos visitantes descobriram a Ilha de São Nicolau!
Por isso, vamos explorar os cinco sentidos e as memórias de quem visitou São Nicolau e deseja voltar muito em breve!

 

É TEMPO DE DESCOBRIR SANICLAU com Soraia Deus e Pedro Moita

O Modje, Ponche e o Grogue no Trapiche são alguns dos sabores e aromas que lhe dão saudades da Ilha de São Nicolau, assim como os momentos simples que a Natureza lhes proporciona, como “o vento que sopra e nos assobia ao ouvido” ou “o cheiro a mar e a terra molhada”.

1.Vocês já conhecem 9 das 10 ilhas do arquipélago. Para vocês, o que diferencia São Nicolau das restantes ilhas?

São Nicolau é um território muito pitoresco e único que junta numa só ilha a montanha, o mar, a gastronomia rica, a história e património e alguns elementos etnográficos singulares.

2.Quais os locais que vos marcaram mais?

Há locais e cenários que nos marcam para sempre pelo seu carácter único e claro que o Carberinho é um deles. Mas tirando esse, que é inclusivamente uma das 7 maravilhas de Cabo Verde, sentimo-nos marcados pelas experiências que vivemos noutros locais da ilha.

Em especial na Praia Branca onde há muitos anos tivemos a oportunidade de conhecer e contar a história do Sr. Armando Soares, o autor da famosa morna Sodade, eternizada por Cesária Évora. Hoje a Praia Branca sofreu várias obras de requalificação, honra o nome do seu “filho” e exibe orgulhosamente o título de Terra d’Sodade.

Outro lugar que nos marcou especialmente foi o Caleijão, uma pacata localidade muito próxima da Ribeira Brava, onde terá nascido “Chiquinho” o personagem da obra de Baltasar Lopes da Silva. Visitámos o Caleijão precisamente quando estávamos a ler este icónico livro e talvez por isso o Caleijão nos transmitiu uma energia especial, como se tivéssemos de facto entrado na vida e nas memórias de Chiquinho.

 

3.Após a leitura do romance “Chiquinho” de Baltasar Lopes, vocês visitaram muitos dos locais mencionados na obra. Consideram que a dimensão literária contribuiu para uma experiência turística mais intensa?

Sem dúvida. Poder visitar locais que conhecemos através dos livros é um privilégio e uma forma de tornar a nossa experiência de leitura visualmente mais rica. Por outro lado, não temos dúvida que a obra Chiquinho deveria ser alvo de um roteiro turístico, devidamente assinalado e musealizado que levasse os visitantes pelo caminho e pela vida desta personagem especial, que é também uma forma de conhecer São Nicolau do passado e do presente. Pensamos que este património que é a obra Chiquinho por si só, deveria ser mais potencializado numa perspetiva turística.

 

4.Qual a atividade em que participaram que mais gostaram?

Já participámos em atividades culturais como tocatinas, danças tradicionais, mostras de artesanato e até um almoço tradicional com o melhor da gastronomia local. Mais fácil do que dizer de quais gostámos mais, porque todas têm o seu encanto, é dizer em qual nunca participámos e queremos muito fazê-lo, que é o Carnaval de São Nicolau.

saniclau-trails

Créditos fotográficos: Marco Lopes

 

5.Vocês já participaram em alguma festa ou romaria na ilha de São Nicolau?

Aconteceu por acaso chegarmos à Ribeira Brava em pleno dia de São Pedro. Saímos do hotel e seguimos o som dos tambores. Significaria festa. Encontrados os foliões tomamos posição e fomos seguindo o barco com nome “San Ped”, vibrando com os sons e a alegria do corso. Assistimos depois à corrida de cavalos e à festa que prosseguiu noite dentro, com música e muita animação.

6.Descrevam-nos o ambiente vivido nessa Festa.

Embora não fosse uma época do ano de grande fluxo turístico o que sentimos foi que as pessoas da ilha se envolvem intensamente nesta festa tradicional. Há alegria, crianças pequeninas ao lado dos pais com o seu tambor, danças tradicionais, misturas de cores, gastronomia, jogos típicos. Enfim, um verdadeiro clima de festa de romaria.

 

são-pedro-saniclau

 

Quer saber mais sobre a tradicional Festa de São Pedro?

Clique aqui!

  Partilhar


pt_PTPT
en_GBEN pt_PTPT